http://www.paraiba.pb.gov.br/odestadual/wp-content/themes/2014/temp/ode_fullbanner_910x90.gif

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Homenagens a Eduardo Campos e troca de farpas, marcaram segundo debate entre os candidatos ao governo da Paraíba

Homenagens a Eduardo Campos e troca de farpas, marcaram segundo debate entre os candidatos ao governo da Paraíba 
Estado, desta vez pela TV Arapuã, foi marcada por apresentação de propostas entre os concorrentes, troca de farpas, alfinetadas e homenagens ao ex governador Eduardo Campos, morto na semana passada em um acidente aéreo.

Cássio Cunha Lima (PSDB), Major Fábio (Pros), Ricardo Coutinho (PSB), Tárcio Teixeira (PSOL) e Vital Filho (PMDB) iniciaram a sabatina respondendo perguntas de representantes da sociedade civil organizada, sobre as áreas de saúde, segurança, educação, investimentos, municipalismo, servidores públicos, turismo, infraestrutura, mas aproveitando para criticar os adversários.

O senador Cássio Cunha Lima, primeiro sorteado para abrir o debate, fez críticas ao atual governo e disse que vai respeitar os 27 Planos de Cargos, Carreiras e Remuneração criados por ele, quando governador da Paraíba, além de ampliar os Planos para outros segmentos.

Cássio afirmou, que realizou mais de 30 concursos públicos, convocando mais de 9.200 servidores para compor o quadro estadual de servidor e que o ingresso no poder público será feito através de concurso, caso seja eleito.

Ele disse que quer ampliar parcerias para patrocinar a qualificação técnica dos servidores e buscar a implementação de planos de saúde e vale refeição. O governador do Estado, Ricardo Coutinho (PSB), reagiu quando questionado sobre a relação com o servidor público, se classificando como “o governador no Brasil que mais dialogou com o povo”, declarou a autoridade.

Ricardo disse que foi o governador que mais dialogou com o povo na história da Paraíba. O socialista alegou que criou o Orçamento Democrático Estadual (ODE), que possibilitou o contato com mais de 140 mil pessoas e disse que governar o Estado não é cuidar apenas de uma “folha de pagamento”, mas beneficiar o agricultor, a saúde, a educação, entre outras áreas.

- Dialoguei com 140 mil pessoas e recebi todas as entidades, desde que, elas naturalmente não quisessem fazer disputas. Eu fui sindicalista e posso afirmar, tenho uma visão mais ampla. É preciso olhar para muitas coisas – ponderou o governador.

Vital do Rêgo Filho, falou do seu Plano de Estado, e de investimentos no turismo da Paraíba. Ele l disse que Ricardo Coutinho não trouxe nenhum tipo de empreendimento para investir em turismo do Estado e que no governo dele vai investir em ecoturismo, turismo religioso, de eventos, de aventura, entre outros.

- O Centro de Convenções foi obra trazida pelo PMDB com empenho de Lula e da presidente Dilma. E porque hoje não temos um polo de ecoturismo de Cabo Branco e porque nenhum Resort se instalou? O governo foi incompetente em não trazer nenhum tipo de empreendimento nessa área para o Estado – questionou Vital.

Vital disse que vai criar um comitê gestor para acompanhar as ações de saúde do Estado, prometeu construir um hospital pediátrico no lugar onde hoje fica a Granja Santana – residência oficial do governador -, e transformar a maternidade Arlinda Marques em um hospital da mulher. Vital disse que se comprometia a fazer diferente de Ricardo e Cássio, assegurando um programa de Estado, um plano integrado de desenvolvimento que comprometerá a gestão com o bem estar das futuras gerações. “Vamos trazer a Paraíba ao caminho do desenvolvimento perdido”, concluiu.


Tácio - Respondendo pergunta de Cássio Cunha Lima, Tárcio Teixeira (PSOL) assegurou que não irá privatizar a Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), prometeu a valorização dos servidores da entidade, aparelhagem e a realização de concurso público para a categoria. Tárcio Teixeira alertou o candidato tucano para a dificuldade do paraibano, principalmente, do cidadão do semiárido de ter acesso à água potável.

Tárcio acusou o governador “desrespeitar” os servidores ao falar que não governava para uma “folha de pagamento”. Segundo o membro do Psol, é preciso que o chefe do Executivo receba os servidores, dialogue, implante o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR), o piso salarial do magistério, a Lei do Subsídio dos servidores do Fisco, entre outras medidas.

Tárcio Teixeira declarou que a solução para os problemas de violência na Paraíba é investir nas políticas de saúde e educação. Também destacou que não se consegue segurança com medidas violentas, como colocado por outros candidatos.

- Não é bala e arma que vão resolver o problema da violência na Paraíba. Existe a segurança dos ricos, com segurança privada, e existe a segurança dos pobres, que é sucateada. O primeiro ponto é fazer valer o artigo seis, fazendo valer os direitos sociais. Uma sociedade que respeita todas as políticas já reduz os efeitos da violência – aplicou

Major Fábio criticou as brigas políticas entre candidatos e destacou a importância da valorização dos jovens, através do fortalecimento da política educacional e de incentivo ao desporto. Segundo eles, uma parcela mínima de crianças e adolescentes sabem interpretar um texto e as regras básicas de matemática. “A nossa juventude clama por políticas públicas eficazes”, disse.

Ao ser perguntado sobre a valorização do servidor público, o postulante pelo PROS ao Governo da Paraíba, Major Fábio, ressaltou que vai dar um salário digno, e não fazer paliativos com a concessão de gratificações.

Ele disse que o respeito ao funcionário começa quando o mesmo conhece a depreciação da máquina pública, entendendo que a relação precisa ser de verdade.

- As gratificações são penduricalhos para enganar o funcionário – explicou ele, durante debate na TV Arapuan.  Major Fábio e Tarcio Teixeira criticaram as gestões de Cássio e Ricardo, sobretudo nas áreas de saúde, educação e segurança. “Não se faz segurança fechando delegacias, nem se faz educação fechando escolas”, criticou Tárcio Teixeira.

Orquestra Sinfônica se apresenta pela primeira vez em Itabaiana

 Orquestra Sinfônica se apresenta pela primeira vez em Itabaiana 
Os cidadãos itabaianenses terão a oportunidade  de assistir, pela primeira vez em sua cidade, um concerto da Orquestra Sinfônica da Paraíba. O grupo faz concerto popular em comemoração ao centenário do coreto de Itabaiana, que é patrimônio da cidade.

A apresentação será na Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição, às 19h, com entrada gratuita. O maestro Luiz Carlos Durier preparou um repertório especial para a comemoração, com obras de compositores clássicos, como Tchaikovsky e B. Snetanan, mas o repertório popular também musicará a noite.

Na programação, o público irá ouvir obras como “Marcha Solene em Ré Maior”, de P.I. Tchaikovsky. Em seguida, outra obra deTchaikovsky, “Valsa do Ballet A Bela Adormecida, Op. 66”. A música tema do clássico Les Miserables, de C. M. Schonberg também será executada na Igreja da cidade, bem como “Tuskaloosa Tango”, de Daniel Leo Simpson. Do tcheco Bedrich Smetana, a orquestra irá apresentar a peça “Dança dos Comediantes”. Dos compositores brasileiros, o público ouvirá “João e Maria”, de Sivuca, e “Tico Tico no Fubá” de Zequinha de Abreu.
 

Crescimento: Paraíba registra 4ª maior expansão do país no setor de serviços

Paraíba registra 4ª maior expansão do país no setor de serviços 
a liderança na região Nordeste, o setor de serviços da Paraíba registrou a 4ª maior taxa de crescimento do país em junho, segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), que foram divulgados nesta terça-feira (19) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em pleno mês da Copa do Mundo, a receita do setor no Estado apresentou expansão de 8,6% na comparação com igual período do ano passado, crescendo também bem acima do ritmo do país (5,7%).


Além da Paraíba, as três maiores taxas do país foram do Distrito Federal (18,7%), Rio de Janeiro (12,4%) e Goiás (10,2%). Já outros seis estados tiveram taxa negativa no setor de serviços em junho (Veja o ranking completo no quadro abaixo).


Com o resultado de junho, a Paraíba manteve a liderança entre os nove Estados do Nordeste pelo sexto mês seguido este ano no setor de serviços e, agora, permanece como único Estado que cresce com taxa acima de dois dígitos na Região no encerramento do primeiro semestre. No ranking do IBGE no acumulado de janeiro a junho, a Paraíba lidera o setor com alta de 11,3%, enquanto os demais estados do Nordeste sofreram desaceleração e têm crescimentos menores de dois dígitos como Rio Grande do Norte (8,8%), Ceará (7,8%) e Alagoas (6,5%).


No país, a Paraíba ganhou duas posições e apresenta também a quarta maior taxa de crescimento no encerramento do primeiro semestre. O Distrito Federal (19,8%), Goiás (13,5%), Mato Grosso (12,4%), acumulam as maiores taxas do setor até junho, seguido pela Paraíba (11,3%). A média do país ficou abaixo de dois dígitos (7,4%).


Na Paraíba, o setor de serviços também lidera o saldo de geração de empregos. De acordo com os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), órgão do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), o setor de serviços acumula saldo de mais de 5,1 mil postos no primeiro semestre no Estado, alta de 7,63% sobre o ano passado.


A alta de junho foi puxada principalmente pelos serviços prestados às famílias, que cresceram 11,2%; os de informação e comunicação, com avanço de 5,7%; os profissionais, administrativos e complementares, com 7,3%; transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, 4,6% e outros serviços, 1,2%. O segmento de Transportes, serviços auxiliares dos transportes e Correios tem peso de 30,7% na estrutura do setor de serviços e, no mês de junho, a participação relativa situou-se em 24,5%. O segmento de Outros serviços, embora, com peso menor (6,6%), reduziu sua participação relativa de 9,7% para 1,8%.


Os dados completos da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), primeiro indicador conjuntural mensal que investiga o setor de serviços no País, podem ser acessados no link:


http://www.ibge.gov.br/home/estatistica/indicadores/servicos/pms/



A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), primeiro indicador conjuntural mensal que investiga o setor de serviços no país, abrange as atividades do segmento empresarial não financeiro, exceto os setores da saúde, educação, administração pública e aluguel imputado (valor que os proprietários teriam direito de receber se alugassem os imóveis onde moram).


Confira a lista da primeira convocação do técnico Dunga

Dunga, técnico da Seleção Brasileira (Foto:  Rafael Ribeiro / CBF)
O técnico Dunga chamou 22 jogadores em sua sua primeira convocação desde que reassumiu o comando da Seleção Brasileira. Ao todo, são 11 novidades, entre jogadores que foram convocados pela primeira vez e outros que não vinham sendo chamados e ganham nova chance. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira (19), na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), junto com o coordenador técnico Gilmar Rinaldi, o presidente da entidade, José Maria Marin, e o vice-presidente Marco Polo Del Nero. Os jogadores chamados defenderão o Brasil nos amistosos contra a Colômbia e o Equador, no próximo mês.
Confira a lista de convocados por Dunga:
Goleiros
Jefferson (Botafogo)
Rafael Cabral (Napoli)
Laterais
Maicon (Roma)
Danilo (Porto)
Filipe Luís (Chelsea)
Alex Sandro (Porto)
Zagueiros
David Luiz (Paris Saint-Germain)
Marquinhos (Paris Saint-Germain)
Gil (Corinthians)
Miranda (Atlético de Madrid)
Volantes
Luiz Gustavo (Wolfsburg)
Elias (Corinthians)
Fernandinho (Manchester City)
Ramires (Chelsea)
Meias
Oscar (Chelsea)
Everton Ribeiro (Cruzeiro)
Ricardo Goulart (Cruzeiro)
Philippe Coutinho (Liverpool)
Willian (Chelsea)
Atacantes
Hulk (Zenit)
Neymar (Barcelona)
Diego Tardelli (Atlético-MG)
Reconduzido ao cargo para liderar a renovação da Seleção Brasileira, que caiu de maneira vexatória na semifinal da Copa do Mundo realizada em casa, Dunga chamou dez remanescentes do Mundial para os dois primeiros jogos de sua segunda passagem pela Seleção. São eles: Jefferson, Maicon, David Luiz, Luiz Gustavo, Fernandinho, Ramires, Oscar, Hulk, Willian e Neymar.
A maioria dos chamados por Dunga joga fora do país. Dentre os escolhidos, seis atuam no futebol brasileiro: Jefferson, Gil, Elias, Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Diego Tardelli. Cruzeiro e Corinthians, com dois jogadores cada, foram os times que mais cederam atletas para a Seleção: “Há uma norma de não tirar muitos jogadores dos times, então o limite é dois jogadores por equipe”, explicou o técnico, em entrevista coletiva. Com o chamado, Botafogo, Corinthians, Cruzeiro e Atlético-MG ficarão desfalcados de seus atletas por duas rodadas do Campeonato Brasileiro – a 19ª e a 20ª.
A relação também conta com três estreantes, que jamais tinham sido convocados para a seleção principal. É o caso do zagueiro corintiano Gil e da dupla de meias cruzeirenses, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart. Dunga também resgatou jogadores que não apareceram nas listas de seu antecessor Felipão, como o atacante atleticano Diego Tardelli, os laterais Alex Sandro e Danilo, do Porto, o zagueiro Miranda, do Atlético de Madrid e o meia Philippe Coutinho, do Liverpool. “Os jogadores que estão nesta lista vão ter esta oportunidade. Este é só um início de trabalho. Nenhum jogador que não está nessa lista pode sentir que não voltará à Seleção, e nem os que estão aqui tem vaga garantida”.
Os amistosos contra Colômbia e Equador são os primeiros compromissos do Brasil em seu novo ciclo. O teste inicial será contra a Colômbia, seleção eliminada pelos comandados de Felipão nas quartas de final do Mundial do Brasil. O jogo será no dia 5 de setembro, no estádio Sun Life, em Miami. No dia 9 de setembro, o time verde e amarelo joga contra o Equador, no estádio Metlife, em Nova Jersey.
Em agosto de 2006, quando elaborou uma lista de convocados pela primeira vez, Dunga deixou de lado jogadores que atuavam no futebol nacional e deu oportunidade para atletas que jogavam em ligas de menor expressão na Europa, como a russa e a ucraniana. Na época, apenas cinco jogadores que vestiam as cores de clubes do país foram chamados para o amistoso contra a Noruega.
Ao longo da caminhada até a Copa de 2010, que incluiu rodadas das Eliminatórias sul-americanas, Copa América, Copa das Confederações e amistosos, o treinador da seleção convocou 85 jogadores. Dos 22 nomes que apareceram na lista inaugural de Dunga, dez confirmaram sua ida para o Mundial da África do Sul, quatro anos depois.
A Seleção tem mais três amistosos agendados até o final do ano: no dia 11 de outubro, faz o Superclássico das Américas contra a Argentina no estádio Ninho de Pássaro, em Pequim, na China. Três dias depois, segue para Singapura, onde jogará contra o Japão. O último teste do ano está marcado para o dia 12 de novembro, em Istambul, contra a Turquia. (EBC)

Padres anunciam apoio à reeleição de Ricardo Coutinho

Padres apoiam RC
Quatro padres, representando um grupo formado por mais de 30 párocos, anunciou apoio à reeleição do governador Ricardo Coutinho (PSB). Eles deixaram claro que o socialista é o candidato certo para fazer a Paraíba seguir se desenvolvendo, com crescimento econômico e justiça social.
Os padres Gescione Dias, candidato a deputado estadual pelo PCdoB, Gedeon José, Waldemir Santana e Lucivaldo Eugênio estiveram reunidos com Ricardo Coutinho em João Pessoa, onde fizeram questão de elogiar a forma como o governador administra o Estado.
“Compreendemos que o governador tem feito um grande trabalho, contribuindo com o desenvolvimento da Paraíba, com mais oportunidades aos paraibanos, por isso acreditamos que este trabalho não deva ser interrompido. O governo de Ricardo foi um marco de desenvolvimento, progresso e das oportunidades para quem mais precisa”, disse o padre Gescione Dias.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

PRTB pede à Polícia Federal que investigue manipulação de pesquisas na Paraíba

4 
O presidente estadual do PRTB, Fábio Carneiro, pediu à Justiça Eleitoral e à Polícia Federal uma rigorosa investigação em relação às denúncias de manipulação de pesquisas eleitorais na Paraíba. Ele alertou para que este ano não ocorra como em 2010, quando houve uma visível manipulação de dados com o intuito de interferir no voto do eleitor.
De acordo com Fábio Carneiro, caso as pesquisas divulgadas em 2010 não tivessem sido manipuladas, o então candidato Ricardo Coutinho (PSB) teria vencido a eleição já no 1º turno. “Em 2010, as pesquisas divulgadas davam uma ampla vantagem ao candidato do PMDB e, no final, o resultado das urnas mostrou que Ricardo Coutinho venceu no 1º turno e ampliou a vantagem no 2º”, recordou o presidente do PRTB.
“Essa é uma prática que a Paraíba já conhece, por isso penso que é de fundamental que o eleitor solicite à Justiça Eleitoral e à Policia Federal que investiguem quem estar por trás disso. A sociedade clama por eleições mais limpas e não podemos aceitar que sejam divulgadas pesquisas com indícios de irregularidades, como estamos acostumados a ver aqui na Paraíba”, completou Fábio Carneiro.
No último sábado (16), o Tribunal Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) determinou a suspensão das pesquisas do instituto IPESPE, divulgada pelo Jornal da Paraíba, e do instituto Souza Lopes, contratada pelo Sistema Correio de Comunicação.

A Paraíba Cresceu: Exame destaca Paraíba como 6º Estado em geração de empregos no País

4 
O site da Revista Exame, referência em jornalismo econômico no Brasil, destacou nesta segunda-feira (18) que a Paraíba foi o sexto Estado que apresentou maior variação positiva na criação de empregos formais no país em 2013. Os dados constam na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), órgão do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).
De acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira, a Paraíba registrou variação de 4,97% em relação ao ano anterior, com um aumento de 31.195 vagas de empregos com carteira assinada. O Estado ficou atrás apenas de Pará, Mato Grosso, Piauí, Santa Catarina e Ceará.
Em termos relativos, o setor de agropecuária foi o que registrou a maior taxa de crescimento (10,67%) na Paraíba, saltando de 12.360 para 13.679 postos de trabalho entre 2012 e 2013. Os demais setores que apresentaram aumento na geração de empregos foram construção civil (6,86%), serviços (6,26%), comércio (5,30%), administração pública (4,91%) e indústria de transformação (1,37%).
Ainda de acordo com os dados da RAIS, do total dos 659.242 paraibanos empregados em 2013, mais de 57,46% eram trabalhadores do sexo masculino (378.816), enquanto 42,53% eram do sexo feminino (280.425). A remuneração média do paraibano subiu em termos reais no ano passado 2,54% acima da inflação e somou R$ 1.646,58.

CONFRONTO DE IDEIAS: candidatos ao Palácio da Redenção debatem propostas na Tv Arapuan nesta terça

CONFRONTO DE IDEIAS: candidatos ao Palácio da Redenção debatem propostas na Tv Arapuan nesta terça 
Os cinco candidatos a governador da Paraíba voltam a debater suas propostas de governo nesta terça-feira (19), no segundo debate promovido por uma emissora de televisão paraibana. O candidato  do PSTU, Antônio Radical não participa do debate porque o partido não tem representação na Câmara Federal. O debate acontecerá na TV Arapuan a partir das 22 horas. Será o primeiro debate em uma TV aberta nesse primeiro turno. No dia 31 de julho ocorreu um debate na TV Master (canal fechado). O debate será mais uma oportunidade para os candidatos apresentarem as suas propostas e confrontarem as suas ideias, podendo ser um espaço importante para ajudar o eleitor a decidir o voto.

Confirmaram presença no do debate os candidatos Ricardo Coutinho (PSB), Cássio Cunha Lima (PSDB), Major Fábio (PROS), Vital do Rego (PMDB), e Tárcio Teixeira (PSOL). De acordo com o Sistema Arapuan de Comunicação os candidatos ao governo do Estado vão debater sobre cinco temas definidos de comum acordo entre as assessorias de campanha e a TV Arapuan: segurança pública, educação, saúde, funcionalismo público e desenvolvimento. O primeiro debate no sistema Master foi marcado pela troça de acusações entre alguns candidatos e pela quase ausência de propsotas. O Grupo Arapuan informou que as emissoras Arapuan FM de João Pessoa e de Cajazeiras, além do portal da TV Arapuan e retransmitirão o debate desta terça-feira. As assessorias de campanha trabalham no sentido de municiar seus candidatos de informações atualizadas sobretudo a respeito dos cinco temas que serão debatidos. Você pode acompanhar o debate através do link: http://www.tvarapuan.com.br/ A TV irá disponibilizar, para a militância que acompanha os candidatos, dois telões na frente do prédio do Sistema para transmitir o debate. O debate terá o apresentador Nilvan Ferreira como mediador e duração prevista de duas horas. O programa será dividido em cinco blocos, sendo o primeiro para apresentações. No segundo e terceiro bloco terão perguntas de 10 representantes da sociedade civil, neste caso um candidato responde e um outro é sorteado para comentar a resposta do outro. No 4º bloco, os candidatos irão fazer perguntas diretas para os adversários. E no último bloco cada um terá espaço para as considerações finais. Todas as perguntas do debate serão de acordo com os temas sorteados entre Saúde, Educação, Segurança, Desenvolvimento e Funcionalismo Público. No último final de semana foi realizado um ensaio geral com todos os jornalistas e técnicos que estarão envolvidos no debate para acertar todos os detalhes e garantir a realização de um grande debate na TV Arapuan.
 

UFPB e Liquigás oferecem 1.656 vagas em concursos, com salários de até R$ 8,3 mil

UFPB iniciou as inscrições para preenchimento de 16 vagas
A Universidade Federal da Paraíba inicia, nesta segunda-feira (18), inscrições de concurso público para o preenchimento de 16 vagas para os cargos de professor do magistério superior, com termino até dia 30 de setembro. O certame da Liquigás estará com inscrições abertas até o dia 26 de agosto. Os dois concursos oferecem 1.656 mil vagas na Paraíba.
A Liquigás Distribuidora lançou o edital n° 001/2014 contendo as normas para realização de processo seletivo público para o preenchimento de 1.640 vagas em diversos cargos de ensino fundamental, médio e superior. São 50 vagas para provimento imediato, além de 1.590 oportunidades em cadastro de reserva, para convocações futuras em vários estados, conforme as necessidades da empresa.
Os salários oferecidos variam entre R$ 992,83 e R$ 4.372,46, mais benefícios como: vale gás, vale refeição/refeitório no local, vale alimentação, assistência médica, vale transporte, convênio farmácia, convênio odontológico, auxílio a filho excepcional, auxílio funeral, seguro de vida em grupo, auxílio-creche, adicional por tempo de serviço e plano de previdência.
As inscrições serão efetuadas até o dia 26 de agosto de 2014, pelo site da organizadora Fundação Cesgranrio – www.cesgranrio.org.br. Os candidatos terão que pagar R$ 35,00 para concorrer aos cargos de nível fundamental, R$ 45,00 para os nível médio e R$ 65,00 para os de nível superior.
A Universidade Federal da Paraíba (UFPB), por sua vez, divulgou, através do Diário Oficial da União, o edital nº 50/2014 de concurso público de provas e títulos, destinado ao preenchimento de 16 vagas para os cargos de professor do magistério superior.
As vagas são para as áreas de química, pré-história e história antiga, psicologia do desenvolvimento e processos básicos, psicologia social, psiquiatria (transtornos e condições mentais prevalentes – MIV-42), pediatria, doenças infectocontagiosas, práticas integrativas e complementares em saúde, endodontia, tuba, didática, eletrônica, ciência dos materiais e/ou mecânica dos sólidos, eletricidade e circuitos lógicos.
Os valores salariais se diferenciam de acordo com a titulação e o regime de trabalho, podendo chegar a R$ 8.344,64, por regime de trabalho exclusivo de 20 horas, 40 horas ou dedicação exclusiva. O valor da inscrição varia de R$ 50,00 a R$ 120,00.
As inscrições deverão ser feitas pessoalmente, no Campus I, situado na Cidade Universitária de João Pessoa, nos seguintes Centros:
Departamento de química do Centro de Ciências Exatas e da Natureza – CCEN: de 18 de agosto a 30 de setembro de 2014.
Departamento de história do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes – CCHLA: de 6 a 17 de outubro de 2014.
Departamento de psicologia do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes – CCHLA: de 22 de setembro a 10 de outubro de 2014, das 8h às 12h e das 13h às 17h.
Departamento de medicina interna do Centro de Ciências Médicas – CCM: de 1 a 30 de setembro de 2014, das 8h às 12h.
Departamento de pediatria e genética do Centro de Ciências Médicas – CCM: de 15 de setembro a 10 de outubro de 2014, das 8h às 12h e das 14h às 17h.
Departamento de promoção da saúde do Centro de Ciências Médicas – CCM: de 18 de agosto a 5 de setembro de 2014.
Departamento de fisiologia e patologia do Centro de Ciências da Saúde – CCS: de 25 de agosto a 23 de setembro de 2014.
Departamento de odontologia restauradora do Centro de Ciências da Saúde – CCS: de 15 de setembro a 3 de outubro de 2014, das 8h às 12h e das 14h às 17h.
Departamento de música do Centro de Comunicação, Turismo e Artes – CCTA: de 1 a 30 de setembro de 2014.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Renata promete engajamento na campanha, mas não confirma ser vice

 

A viúva do ex-governador Eduardo Campos, Renata Campos, declarou, nesta segunda-feira (18), durante reunião do PSB na casa de recepções Blue Angel, em Recipe (PE), que vai continuar engajada na campanha tanto para governador de Pernambuco, com a chapa Paulo Câmara (PSB), governador, Raul Henry (PMDB), a vice, e Fernando Bezerra Coelho, senador, quanto na presidencial, mas não confirmou se irá assumir algum cargo de destaque na chapa, que deverá ser encabeçada por Marina Silva.

"Pode parecer que nosso maior guerreiro não está na luta. Mas seu sonho está entre nós", disse Renata, que, ao ler trechos do texto era salvada com palmas da plateia composta por militantes socialistas e partidários das demais 20 legendas que compõem a Frente Popular de Pernambuco.

Apesar do coro que vinha da plateia pedindo "Renata vice", o tom do discurso dela foi inteiramente local. Disse que a reunião tinha sido marcada anteriormente pelo próprio marido e apenas deu prosseguimento ao compromisso dele de realizar esse evento.

Ao terminar o breve discurso, pediu empenho aos correligionários para eleger Paulo Câmara governador do Estado (o socialista aparece em segundo nas pesquisas de intenções de voto) e disse que vai se empenhar na campanha como sempre fez, mas sem dar pistas se vai ou não assumir papel de destaque.

Liderança

O presidente nacional do partido em exercício, Roberto Amaral, foi o primeiro a discursar. Ele fez questão de destacar a importância de Renata nas decisões do partido. A viúva era conhecida, nos bastidores, como conselheira do marido. “Eduardo sempre pediu que Renata estivesse presente no partido”, disse o dirigente, quando a militância, que lota o espaço, pediu que a ex-primeira-dama de Pernambuco assumisse o posto de vice.

Várias lideranças políticas estão no evento, entre elas o prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB) e o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, o deputado Guilherme Uchôa (PDT). O PSB deve anunciar a nova chapa presidencial nesta quarta-feira (20). Além de Marina como candidata a presidente, são cotados como vice os deputados Julio Delgado (MG) e Beto Albuquerque (RS).